Dicas

Florir com acessibilidade #ParaCegoVer

Nas últimas décadas, houve uma expressiva melhoria na acessibilidade para pessoas com deficiência no Brasil, iniciando com a Constituição de 1988, que instituiu inclusão social. Em 2015, foi instituído o Estatuto da Pessoa com Deficiência, que, dentre outras coisas, reforçava a garantia dos direitos fundamentais e acesso à justiça e punição para atitudes discriminatórias. A inclusão, no entanto, tem que acontecer em todos os âmbitos, inclusive o digital. 

As pessoas com deficiência visual não conseguem visualizar as fotos que postamos no Instagram, por exemplo e o Movimento Web para Todos” (https://mwpt.com.br/) alerta para essa necessidade de tornar acessíveis perfis de redes sociais, sites e aplicativos. Muitas empresas adotaram as hashtags #ParaCegoVer, #TimelineAcessível, e diversas outras como meio de acessibilizar seus perfis. Atualmente, o Instagram, Twitter, Facebook, entre outros, possuem ferramentas de descrição de fotos ou texto alternativo, como é chamado em alguns locais. 

Reconhecendo a importância e necessidade dessa atitude, a Cooperflora começará a descrever as imagens de nossos posts, esperando que possamos traduzir a beleza das flores e aproximar todos os nossos seguidores, principalmente os que não eram incluídos anteriormente. 

 

Fontes: https://mwpt.com.br/ 

https://ambitojuridico.com.br/cadernos/direito-constitucional/portadores-de-deficiencia-igualdade-e-inclusao-social/#:~:text=Nos%20termos%20da%20Constitui%C3%A7%C3%A3o%20Federal,o%20direito%20%C3%A0%20educa%C3%A7%C3%A3o%2C%20o 

https://uxdesign.blog.br/trabalhando-com-texto-alternativo-de-imagens-em-redes-sociais-a22fa214ee6 

https://blog.freedom.ind.br/conheca-as-conquistas-do-estatuto-da-pessoa-com-deficiencia/ 

https://www.instagram.com/movimentowebparatodos/ 

Publicado em 27/07/2020